Relato Pessoal

Sou uma pessoa comum que carregava em seu âmago duvidas trazidas desde a infância e que por um caminho traçado a tempos trouxe-me ao encontro das repostas corretas e provadas incontestavelmente.
 
O texto que escrevo abaixo merece a sua atenção independente de seu credo, verá uma semelhança com você, leia calmamente e pense no que esta lendo, você acabará percebendo que algum dia, alguma destas duvidas já povoaram sua mente.

Trago comigo desde criança várias indagações sobre o que meus pais chamam de “religião” esta que se intitula “igreja católica apostólica romana”.

Indagações estas que descrevo abaixo e que espero possam ajudar alguém a encontrar o caminho correto, da verdadeira religião deixada por Jesus em sua missão nesta terra.

Porque eu era obrigado a assistir a missa todos os domingos as nove da manhã, fazer catecismo e decorar a ladainha sem errar, pois a irmã catequista iria tomar a lição oralmente para constatar o aprendizado.

Como criança que respeitava os pais, sempre fui contrariado para a igreja e via como obrigação, estar presente fisicamente já bastava, como todos sabem as chamadas cerimônias são sempre iguais, e porque?

Nunca entendi porque tenho que pedir perdão dos pecados a um padre, pois, se eu devo a alguém, a divida deve ser paga por quem?

Recordo (deveria ter uns 9 ou 10 anos) de ouvir o padre falando sobre os vícios e os maus que faziam as pessoas e suas famílias. Deste modo ao chegar em casa com meus pais, perguntei porque o padre fumava se era um vício? E então disseram algo do tipo mas ele pode ou algo parecido, que não me convenceu.

Pare por um minuto e preste atenção nas palavras ditas pelos religiosos (padres, pastores, rabinos, etc.) e observe suas ações e assim também com os seguidores da suposta religião, se são seguidores de uma doutrina como podem ser alcoólatras, drogados, jogadores, pessoas desequilibradas de todos os tipos, sem falar nas pessoas que se dizem religiosas e se utilizam deste fato para violentar sexualmente crianças, jovens e mulheres pelo mundo a fora? Como podem ainda ter seguidores fieis neste mundo?

Outra que nunca engoli, a onde estava a igreja durante a 2ª guerra mundial quando milhões de pessoas morreram tendo seus bens confiscados, a guerra santa, em que levados a livrar do mundo o mau que vinha do oriente mataram e tomaram as terras e riquezas dos outros, sem falar na santa inquisição a qual levou a morte muitos inocentes e pessoas que eram contra a santa igreja culpados por heresia e muitos queimados vivos, agora pergunto para que? Não existe um mandamento que eles mesmos pregam que é não matarás? Não foi o próprio Deus deles que ditou este mandamento?

Continuando meus pais fizeram questão de que fosse crismado de todo jeito, já nesta época com uns 15 anos de idade, já não aceitava as imposições facilmente, o que me levou a várias discussões, e como sempre, respeitando meus pais fiz a chamada crisma. Após este fato, abandonei completamente a chamada “igreja”, fato este que não discuti mais com a família.

Com a capacidade de pensar livremente o homem deveria enxergar mais a sua volta, pois está na cara o tempo todo a falsidade religiosa, este mundo de conceitos errados e distorcidos pelos interesses desta ou daquela igreja, ou seja o condicionamento que rege a vida de bilhões de pessoas no planeta sem jamais ser contestado ou colocado a provar tudo o que diz.

Voltando as minhas indagações citadas no texto acima, dou as minhas respostas:

Qual o motivo da obrigação em assistir as missas e decorar o catecismo?

O condicionamento de meus pais levaram a isto, pois todo mundo tem que ter religião e quem é desta ou daquela religião devem assistir as missas ou cultos, e saber as orações de cor para mostrar como é bom menino.

Na verdade tudo não passa de manobras das igrejas para condicionar seus fiéis, mantendo-os adestrados e mansos sem se preocupar com nada, pois acaba virando tradição passada de pai para filho, pois desde criança você ouve sempre a mesma estória, espera ai, você lembra daquele garoto palestino que o pai leva para jogar pedra na fronteira com Israel (passou na TV) condicionando o garoto a odiar os israelenses seus inimigos desde criança? Como eles talvez nem saibam mais o verdadeiro motivo de sua guerra, e nem se importam mais.

As pessoas não saibam mais os motivos da sua religião, pois não vejo diferença, apenas continuam aceitando o que dizem sem questionar, é preciso buscar a verdade, é só ter a vontade de pesquisar.

Porque as cerimônias são sempre iguais?

Você já fez a brincadeira da mentira? Aquela que você inventa uma estória e conta várias e várias vezes com muita convicção que todos acabam acreditando que é verdade! Não tem muita semelhança com o que ocorre nas igrejas? Pois bem, você parece esperto e concorda com o que disse, tudo o que as religiões pregam é apenas uma forma de condicionar as pessoas repetindo sempre as mesmas ideias, e como poucos são os que percebem que não passam de fantoches nas mãos das igrejas continuam a perder seu tempo lá.

Você já se perguntou por que confessar a um padre ou pastor ou qualquer outra, para que ele interceda ou perdoe seus pecados?

Vem cá, se você contraiu um divida (use sua imaginação) quem é que vai ter que pagar? Não sabe? Ta legal, última chance, é claro que é você.

Não tem como pagar imediatamente, tem que negociar? Já que a divida é sua, adivinha quem vai? Acertou novamente, é você. Puxa não é interessante como raciocinar um pouco abre os horizontes de nossas mentes? Assim nós chegamos a seguinte conclusão, se você cometeu erros, não espere que outra pessoa conserte por você, quem tem a comunicação direta e irrestrita com Deus somos todos nós, é apenas aprender os conceitos corretos e coloca-los em prática.

Vamos em frente, faça um pesquisa e vai descobrir cada barbaridade cometida em nome das religiões existentes neste mundo que deixarão você perplexo, guerras santas, santa inquisição, 2ª guerra mundial com a caça aos judeus e cadê a igreja, os homens bombas que se suicidam, as guerras religiosas que estão espalhadas pelo mundo é só dar um pulo na Grã-bretanha, católicos x protestantes, ou os mulçumanos x judeus, etc.

Todos se dizem seguir a um Deus, e se só existe um qual é este que eles cultuam o Deus da guerra, do trovão, do ódio, qual? Eles falam tantas besteiras e cometem tantas barbaridades que não sei por que ainda existem tantos seguidores, o objetivo deles é o lucro e as propriedades que sustentam o poder das igrejas, fora que eles próprios não fazem o que dizem, vejam os fatos relatados na imprensa (isto é o que deixam vazar) padres, freis, pastores, religiosos em geral praticando atos ilícitos, abuso sexual de menores, jovens e mulheres, lavagem de dinheiro de traficantes, fora o condicionamento das pessoas para que sustentem os senhores que se dizem enviados de Deus na terra.

Por favor, acordem para tudo isto, eu não quero um Deus que mande matar em seu nome, muito menos desequilibrados que manipulam as pessoas para enriquecer as custas da miséria alheia.

Quanto as minhas duvidas já não as tenho pois encontrei o meu caminho e nele caminharei enfrentando meu carma e aceitando com resignação as provas que encontrar, buscando sempre a evolução espiritual.

Sou litáurico e através de uma fotografia da aura tirada da ponta do meu indicador direito, comecei a encontrar as respostas para as perguntas que um dia fiz, nesta foto mostrava todos os problemas cármicos que carregava, inclusive a mediunidade que é uma doença e não um dom como dizem alguns espíritas, pois minha aura estava toda alterada, ao retirar a fotografia com o Sr. Luigi e ele relatar os fatos provados cientificamente naquela foto, disse que eu precisava fazer um tratamento espiritual, pois havia atuações de espíritos cobradores e com a ajuda da espiritualidade litáurica eu iria encaminhar estas entidades e com o tempo estaria com minha aura restabelecida.

Quanto custa este tratamento? Custa apenas o valor da foto e a sua disposição de dar o passo no caminho certo, pois faço o tratamento e hoje minha vida mudou, minha forma de agir e pensar nas consequências para o futuro desta vida ou da próxima que virá.

Até então não havia dado atenção ao fato que reencarnamos várias vezes e os erros cometidos em outras vidas seria cobrado na vida atual (carma), é muita informação para compreender após anos de condicionamento, mas com um pouco de esforço e vontade de ser livre, fez-me buscar as leituras e pesquisar um pouco o assunto e chegar a conclusão que definitivamente as minhas respostas foram encontradas e com um pouco a mais, pois a litáurica prova cientificamente tudo o que é falado.

Se você leu até aqui meu relato então o convido a pensar em tudo que foi dito e leia as informações que estão nesta página, o caminho existe e está a sua frente, não estou falando para aceitar o que está escrito aqui, e sim para começar a sua reforma, e pesquisando o que falei tenho a certeza de que você achará suas respostas.

Agradeço ao amigo Agnaldo, que um dia indicou o caminho a ser seguido, e com este espaço que ofereço talvez eu leve a luz para a pior escuridão de todas; a ignorância do ser.
 
 
Comments